Home Cadastro Gratuito AgÍncias de Viagens Hotťis Anķncio FŠcil Fale Conosco

categorias
 Página Inicial
 Agências de Viagens
 Associações/Entidades
 Hotéis/Flats/Pousadas
 Locadoras de autos
 Dicas de viagens
 Entretenimento
 Pontos turísticos
 Empresas de táxi
 Cias aéreas
 Transp. rodoviários
 Aeroportos
 Rodoviárias
 Consulados/Embaixadas
 Cadastro Gratuito
 Atualize seu cadastro
 Livros
 Feiras/Eventos Brasil
 Feiras/Eventos Exterior
 Mapa do Site
 Sobre o Guia
 Fale conosco




guias_web
Guia da Embalagem
Guia Construir e Reformar
Guia Pet & Cia
Guia da Cinaria

submarino

‚óĄ‚óĄ‚óĄ Anterior Pr√≥xima ‚Ėļ‚Ėļ‚Ėļ


13/06/2018

Fazer turismo ficou mais f√°cil


No Dia do Turista, comemorado hoje (13 de junho), empresas de hospedagem compartilhada, multipropriedade, permutas multilaterais mostram como ser turista est√° mais f√°cil e moderno

Na era em que a internet revolucionou a intera√ß√£o entre as pessoas e as formas de se consumir produtos e servi√ßos, trazendo a tona os conceitos de economias compartilhada e colaborativa, ser turista ficou mais f√°cil. √Č o que afirma profissionais e especialistas que atuam nesse setor. Hoje √© poss√≠vel come√ßar a planejar a sua viagem pesquisando em aplicativos como o Airbnb, Couchsurfing, que indicam quais s√£o as op√ß√Ķes de hospedagem compartilhada; e outros como Wego e BlablaCar, que trazem uma solu√ß√£o para quem quer se deslocar para onde precisar gastando muito pouco ou quase nada.

Dentre esses inovadores conceitos alavancados pela economia compartilhada est√° o de multipropriedade ou fra√ß√£o imobili√°ria, em que um im√≥vel para lazer e turismo √© vendido em fra√ß√Ķes ou cotas a v√°rios propriet√°rios. H√° um bom tempo esse modelo vem se tornando uma importante forma de financiamento de grandes empreendimentos tur√≠sticos , sem falar que a grande maioria deles est√° ligada √†s intercambiadoras de f√©rias, como a RCI, a maior do mundo.

‚ÄúO sucesso do modelo de multipropriedade est√° intrinsecamente ligado √†s intercambiadoras e principalmente √† RCI que √© a l√≠der mundial nesse segmento, √© atrav√©s delas que o sistema passa a fazer sentido para a maioria das fam√≠lias, pois elimina talvez o principal motivo de as fam√≠lias n√£o quererem mais ter uma segunda moradia de f√©rias, que √© o fato de ficarem vinculadas √† um √ļnico destino. E isso ajuda a fomentar e democratizar a pr√°tica do turismo‚ÄĚ, afirma Jo√£o Paulo Mansano, diretor comercial da New Time, uma das maiores empresas do Brasil especializada na comercializa√ß√£o de multipropriedades.

De olho em como esse conceito pode de fato ajudar a fomentar o turismo no mundo, grandes marcas no setor de hotelaria e lazer j√° aderiram ao sistema. ‚ÄúPara quem compra a fra√ß√£o de um im√≥vel de lazer √© um investimento inteligente, pois tem um valor bem mais acess√≠vel, do que se ela fosse construir ou comprar uma casa ou apartamento s√≥ para passar f√©rias. Al√©m do mais, ela ser√° dona e ter√° acesso a um im√≥vel dentro de um resort luxuoso e exclusivo para desfrutar as f√©rias, mas com baixo investimento‚ÄĚ, afirma Adriana Chaud, tamb√©m diretora da New Time.

Permutas

Dentro do conceito de economia compartilhada e colaborativa, uma prática que volta com tudo nos dias de hoje e de forma bem mais organizada, graças às novas tecnologias de comunicação, é a permuta, ou a velha troca.

Empresas da √°rea de turismo est√£o entre as que mais participam dessa forma sustent√°vel de consumo de servi√ßos. ‚ÄúPois por meio da permuta voc√™ pode pagar sua viagem ou hospedagem em um lugar bem bacana, e com isso ter mais dinheiro para conhecer o destino onde est√°, indo a passeios, restaurantes, conhecendo pontos tur√≠sticos famosos, ou seja, curtir o destino sem preocupar, com a hospedagem, que na forma convencional de se fazer turismo, costuma ser uma das coisas mais caras numa viagem‚ÄĚ, argumenta Rafael Barbosa, especialista em economia compartilhada e fundador plataforma de permutas multilaterais XporY.com.

Ele diz tamb√©m que a inser√ß√£o do turismo dentro da economia compartilhada √© muito bom para os turistas, e igualmente interessante para as empresas que vivem dessa atividade. ‚ÄúOs estabelecimentos tur√≠sticos, como hot√©is ou pousadas, podem se beneficiar oferecendo dentro do sistema de permutas multilaterais seus servi√ßos e contratando, e nessa plataforma, eles tamb√©m t√™m acesso a uma s√©rie de produtos e servi√ßos para seu neg√≥cio. Sem falar que √© mais um excelente canal de divulga√ß√£o para a empresa‚ÄĚ, explica Rafael.

H√° quatro anos Rafael comanda a XporY.com, plataforma digital que re√ļne mais de 3.300 associados entre, profissionais aut√īnomos e empresas, que oferecem os mais variados servi√ßos e produtos em troca de outros. Tudo √© negociado na moeda virtual X$, que √© equivalente ao Real. ‚ÄúO associado estipula quantos X$ vale seu servi√ßo ou produto e quando algu√©m usufrui do que ele oferece, essa pessoa ou empresa acumula X$ que podem ser trocados por outros servi√ßos e produtos‚ÄĚ, explica Rafael.

Segundo ele, dentre os mais de tr√™s mil integrantes da plataforma, existem v√°rias empresas da √°rea de turismo, desde hot√©is e pousadas, √† ag√™ncias de turismo. ‚ÄúPor meio do sistema de permutas √© poss√≠vel sim viajar e fazer turismo com qualidade sem usar dinheiro‚ÄĚ, ressalta o especialista em economia colaborativa.

Sobre a New Time

Foi para atender a esse mercado de imóveis de lazer comercializado no sistema de multipropriedade, que está em pleno desenvolvimento no Brasil e no mundo, é que surgiu em, 2011, a New Time.

Com sede num dos principais p√≥los tur√≠sticos do Estado de Goi√°s, a cidade de Caldas Novas, a empresa goiana registrou, s√≥ no ano de 2015, R$ 620 milh√Ķes em vendas. No ano seguinte esse n√ļmero saltou para R$1,04 bilh√£o, e por fim, no ano de 2017, alcan√ßou o expressivo montante de R$1,35 bilh√Ķes.

A New Time j√° implantou mais de 20 projetos de fra√ß√£o imobili√°ria no pa√≠s, dentre eles projetos de bastante relev√Ęncia nacional. Foi respons√°vel pelas vendas e implanta√ß√£o do maior projeto de fra√ß√Ķes Imobili√°rias do pa√≠s, situado em Gramado, e tamb√©m outros locais de destaque como Ol√≠mpia, Macei√≥, Caldas Novas e atuou em mais de 20 lan√ßamentos em 15 estados do Pa√≠s nas vendas de multipropriedade. Al√©m da comercializa√ß√£o de fra√ß√Ķes imobili√°rias, a empresa executa projetos destinados a opera√ß√Ķes de programas de f√©rias para empreendimentos hoteleiros e resorts.

Sobre a XporY.com

A XporY.com √© uma scale up criada em 2014 com o objetivo de promover a economia colaborativa, mostrando uma outra alternativa para profissionais e empresas gerarem valor com seus servi√ßos e produtos. A empresa surgiu gra√ßas ao incentivo do programa Tecnova, da Funda√ß√£o de Amparo √† Pesquisa do Estado de Goi√°s (Fapeg) e gra√ßas a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em √Ęmbito federal.

Na XporY.com tudo √© negociado em X$. Os cr√©ditos na moeda digital podem ser consumidos com qualquer produto ou servi√ßo oferecidos por seus mais de 2.600 associados, sem o uso de reais. ‚ÄúOs profissionais continuam produtivos, as empresas mant√©m o seu giro de estoque e, de quebra, aumentam seu poder de compra. Sem falar que a XporY.com tamb√©m funciona como uma vitrine para a empresa ou o profissional aut√īnomo‚ÄĚ, explica Rafael Barbosa. Segundo ele, a ideia nasceu de modelos de plataformas de permutas criadas nos Estados Unidos.

Um diferencial da XporY.com, em rela√ß√£o a outras plataformas √© a aus√™ncia de custo na ades√£o; ou seja, os participantes n√£o t√™m que pagar para entrar na ‚Äúrede‚ÄĚ e nem um valor mensal como manuten√ß√£o. ‚ÄúCom a XporY.com, somente na hora de consumir, √© que paga-se apenas uma taxa de 10% em reais sobre o valor da compra‚ÄĚ, explica o empres√°rio.

Fonte: Comunicação Sem Fronteiras





Ver mais noticias

pesquisas
Pesquisa no
Guia do Turismo e Lazer








BuscaGoogle


maplink


Cine & Foto - Submarino.com.br

Valid XHTML 1.0 Transitional CSS vŠlido!  
Guia do Turismo e Lazer © 2009-2018 - Uma empresa do grupo GUIAS WEB - Todos os Direitos Reservados ( Normas de uso - Política de privacidade)